Sonho...

- Te vi.
Te vi de uma distância tão pequena
Que a minha primeira ação foi correr.
Fugir.
Fugir pra longe de você.
Não queria sua aproximação.
Não queria te olhar nos olhos
Pois sabia que desmoronaria em um mar de lágrimas.
Viestes atrás de mim, e eu senti.
Senti seu cheiro perfeito a me inundar.
Parei. Trêmula. Arrepiada. Chorosa.
Virei e lá estava você.
Com uma camisa rosa de botões.
Pensei que não gostasse de botões.
E estava sem boné.
Nunca tiravas ele.
Então fingi um sorriso, pois você sorrira ao me ver.
Não consegui defini-lo
Mas com certeza não era de amor.
Era apenas fraternal
Como se já tivesses suprido toda a falta de mim.
Mas eu te olhei e lágrimas escorreram em minha alma
E meu sorriso era de dor, desolação, saudade...
Eu não sabia como agir
Mas você soube.
Me deu um abraço e disse que sentira minha falta.
Então...
Eu chorei.
Dessa vez, por fora.
E seu sorriso sumiu.
Um mar de lágrimas começou a nos rondar.
Um escuridão surgiu em volta de nós.
Todas as lembranças ruins começaram a passar como flashbacks
Para que a dor voltasse a bater em nossos corações.
Eu não sabia o que fazer.
Você ali parado à minha frente.
Com o olhar desolador.
Eu olhando no fundo da sua alma e vendo o tanto de dor que causei.
Não conseguia sair da li.
Não conseguia cessar as minhas lágrimas.
O mar de dor, sofrimento e saudade ia crescendo.
Eu não sabia nadar, ao contrário de você.
Então, te vi partir...
Vi-me afogar nas minhas próprias lágrimas.
Te vi viver.
Me vi morrer.

(A Sonhadora)