Sonho...


E esses sonhos
Sonhos que perturbam a minha mente
Todas as noites.

Sonhos muitas vezes repetitivos
Sonhos que me fazem chorar depois de acordar.
Sonhos malditos
Que são pesadelos na minha vida.

Mas te pergunto:
O que devo fazer agora
Para que esses sonhos vão embora?
Sinto que esses sonhos
São meus medos
Que vêem para que eu vença-os.

Mas é difícil, você sabe
Não sou forte o suficiente
E não tenho a minha
Única força de vontade perto.

O que devo fazer então?
Talvez entregar-me
A este medo que me assombra
Talvez lutar contra ele e ficar bem
Ou talvez, simplesmente deixar
Que você detenha-o por mim.

EU ou ELA?


Bela pergunta, ele fez. O que EU tenho que ELA não tem?
Você nem soube responder, não é? Por que será?
Mas me diga você.
ELA é uma menina linda ..
Já EU nem tanto ...
ELA é talentosa demais ..
Já EU me esforço o quanto posso ...
ELA com certeza é uma menina inteligente ..
Já EU tento o meu impossível ...
Agora me diz aí, se fosse para você escolher entre mim e ela, quem você escolheria?
Não, não estou sendo injusta, pelo contrário, estou sendo justa o bastante, querendo apenas a verdade.
Um menino perfeito tem todo o direito de ficar com uma menina perfeita. Então o que você faz aqui comigo?
Não sei o que esse maldito destino fez, faz ou fará... Mas eu tenho medo, sim, eu tenho medo, medo de acabar perdendo essa luta mental. Medo de enfraquecer mais, e ELA com toda a sua beleza e seu poder me derrotar e assim tomar seu coração de mim. Não, você não é um troféu, mas é o meu maior tesouro.
  Menino perfeito, ainda quero que você responda a pergunta: “O que EU tenho que ELA não tem?”

A verdadeira verdade...



  É difícil por em palavras o que se sente ainda mais se é relacionado ao amor. Eu estou aqui tentando me abrir com você, deixando que as palavras se façam crescer e não deixem doer em nada. Vamos lá...
  Você quer uma verdade? Quando pediu para namorar comigo, não era pra eu ter dito que sim naquele exato momento. Eu estava em êxtase, estava apaixonada naquele momento e totalmente cega. Não, eu não menti quando disse que gostava de verdade de você. Não menti quando disse que te amava. Mas foi rápido demais. Em menos de um mês estávamos próximos de mais e você mesmo disse isso. Fizemos coisas que pessoas fazem com quase um ano de namoro. Isso foi errado? Um pouco. Mas o amor que me fez entregar a você. Me fez te desejar. Me fez confiar em você. Não estou dizendo que isso foi errado, mas também não foi certo.
  E assim aconteceu. Mas nós fomos nos conhecendo pouco a pouco. E eu fui te querendo mais e mais. Te amando mais e mais. E isso me fazia feliz. Tive coragem de enfrentar meus pais para dizer que eu queria namorar contigo e você teve coragem para vim aqui na maior tranqüilidade e falar com eles. Isso fez meu amor aumentar mais e mais, sabia? Porque é engraçado eu chegar para meus pais e falar: “Pai, vou sair com meu namorado.” Ou “Mãe, vou na casa do meu sogro.” É engraçado demais, novo demais para mim, mas também estou muito feliz.
  Eu olho as nossas fotos e sinto sua falta sempre. Penso nos nossos momentos juntos e sinto sua falta. Vou te querendo mais e mais.
 Eu fiz uma coisa muito errada e te contei, não foi? Eu senti remorso disso pela primeira vez. Não estava me sentindo bem com essa ‘traição’. Eu precisava te contar logo. Tinha que te falar ou aquilo me mataria por dentro. Você era fiel á mim e confiava em mim cegamente. Você me amava de verdade e eu te prometi contar tudo. Então te contei, não foi? E o que você fez? Você me abraçou e disse que ia ficar tudo bem. Olhou nos meus olhos e disse que me amava. Ah, como aquilo me doeu e me fez sorrir. VOCÊ REALMENTE ME AMA... eu pensei. Depois disso prometi a mim mesma que não mais faria esse tipo de coisas. Você é o meu AMOR, a minha PAIXÃO, a minha VIDA, o meu PRÍNCIPE...
 Mas também aconteceu certas coisas por fora do nosso namoro, mas que eram relacionadas á mim. Eu estava triste, magoada demais e muito infeliz por causa de um ‘amigo’. Eu sentia muita falta dele e precisava muito dele. Acabei me fechando um pouco, eu sei.
  Eu achava muito difícil te contar sobre ele e sobre esse sentimento, mesmo você sendo meu amigo/namorado. Parecia que sempre que eu tocava no nome dele você ficava com uma expressão triste. Decide não contar mais. Não gostava de te ver daquele jeito. Você era MEU ESPECIAL e não podia sofrer, ainda mais por minha causa.
 Ta. Eu resolvi tudo com ele e acabei me apegando muito a isso, mas eu parecia me afastar de você e não percebi. Me desculpe por isso. Queria rapidamente se aproximar do meu amigo de novo. Queria poder ficar abraçada com ele e dizer novamente que o amava. Mas tinha que ser de vagar porque eu sabia que seria difícil voltar a ser a melhor amiga dele novamente.
  Mas eu olhei para trás e vi que você ainda estava lá enquanto eu caminhava com meus desejos insanos. Me senti triste e com raiva de mim. Eu deixei para trás a pessoa que estava ao meu lado. Tentando me animar por causa desse sofrimento. Lembrei que você perdeu quase uma noite toda por minha causa, por eu estar passando mal. Me deu forças e ficou comigo desde sempre. Então eu sorri e voltei tudo. Lutei com todos os sentimentos de perda novamente e voltei para você. Mas você agora está pra baixo, com medo e triste. Está com medo de me perder e triste sei lá o porque. Estou aqui agora, ás 00:08hs escrevendo esse texto mal feito para ver se tiro um sorriso brilhante do seu rosto lindo novamente. Quero ver seus olhos brilharem, quero ver seu sorriso lindo, quero ver você rindo da minha cara com as minha loucuras, quero ver você me girando no ar e dizendo que me ama, quero correr com você e gritar para todo o mundo que eu tenho um namorado perfeito comigo e quero que todos me invejem.
  Te peço perdão por ter feito você sentir que iria me perder. A verdade? Eu também achei que isso fosse acontecer. Mas simplesmente olhei para trás e te senti, te vi, te degustei e degustei de todo esse amor que você me dá. Está um tipo ‘te quero de volta’, e mais uma vez para todo o sempre.

Amor verdadeiro... ²



  Sabe no que esse ‘teatro’ toda adiantou? Me fazer sofrer ainda mais. Você só falou e falou. Me disse praticamente tudo que o que eu queria escutar. Me abraçou... Me deu carinho o suficiente pra eu poder me sentir melhor... Me fez sorrir de novo.
  No outro dia olhei para você, e aquele ‘teatro’ todo pareceu ter sido mais um sonho que me fez feliz pro apenas uma noite e nada mais.
  E assim foi os outros dias. Voltaram a ser como era antes da nossa conversa. Um ‘oi’ ali ... um ‘tchau’ lá ... E nada mais. Então me diz, vai. No que adiantou ter me feito sorrir apenas naquele pequeno momento curto demais para eu dizer que te amo?
  Em falar em amor. Não consigo mais pronunciar essas palavras perto de você. Não consigo mais mostrar nenhum ato sequer de carinho, porque você é desprezível. Você mesmo naquele sábado lá, me desprezou junto com os outros. Eu percebi que você, principalmente, não me queria ali. Resolveu então me deixar com raiva, não é?
  Você realmente não quer voltar a nada normalmente, certo? Assim será. Ficarei normal tanto com você quanto com ELES. Porque já fui desprezada o bastante e enganada o bastante para ficar insistindo em algo que me fará sofrer mais ainda.
  Isso não é um Adeus, muito menos um Até Logo, mas pode ser um “Talvez no futuro nos encontremos por esse pequeno mundo imenso”. Só quero que você seja feliz, e mais nada, certo? Porque sua felicidade, agora é o meu “Descanse em Paz”.
  Se isso não for amor verdadeiro, me ensine a amar.

Amor verdadeiro...



  Várias coisas aconteceram. Eu te fiz sofrer com um sem querer, que queria. Menti para a pessoa que eu mais amava e envolvi gente que vivia por mim.
  Você, que era o meu maior tesouro e o meu refúgio precioso, se afastou de mim, e com razão. Depois de tudo você ficaria ao meu lado? Claro que não.
  Você se afastou, se calou, se fechou, me ignorou e se fez ignorante. Me fez sofrer como ninguém jamais havia feito. E eu merecia, não é? Sim, merecia. Depois das coisas horríveis que eu havia feito, depois de tantas confusões que eu havia causado, eu merecia esse sofrimento todo que além de estar acabando comigo sentimentalmente começara a atacar meu corpo.
 A solidão se fez presente, a tristeza chutou a minha felicidade o tomou seu lugar. O ódio entrou no lugar do amor com uma facilidade enorme. O sorriso brilhante que jazia em meu rosto deu lugar a um sorriso falso que engana qualquer um. E meus lindos olhos brilhantes? Eles deram lugar a um olhar negro, triste e profundo demais para alguém decifrar, e qualquer um que decifrasse, morreria na pior das escuridões.
  Meu jeito alegre de ser foi embora junto de ti. Minha felicidade também se foi. Mas era óbvio essa parte porque você era a minha felicidade. Toda a minha motivação já não mais existia. Eu já não era a mesma porque você não era o mesmo comigo. Eu não sorria mais, não criava mais, não tinha mais disposição para mais nada porque a minha motivação era apenas você. Você que me dava forças para continuar a viver. E lutar quando tinha que lutar, e levantar quando era preciso. Mas mesmo quando eu caísse era só eu olhar para o alto e ali estava você a estender a mão para que eu me erguesse.
  Seu sorriso era a minha preciosidade, seu olhar o meu refúgio e seu abraço o meu descanso. Como eu já havia dito: você é perfeito ao meu olhar. Se você tiver algum defeito, eu não ligo. Para mim você é perfeito e sempre vai ser. Não que eu não queria enxergar, ou não quero mesmo. Mas eu discuto com Deus e o mundo para defender você. Dizer que esse menino que envolve meu coração não está errado e jamais estará.
  Mas ainda não consegui entender o motivo de você ter feito isso tudo. Você só estava assim comigo, mas nem me disse o porque. Mas também, agora não me importa. E seu pedido de perdão? Não precisava. Eu ia te perdoar mesmo que você estivesse todo errado. Mesmo que você tivesse me batido demais. Eu te perdoaria mesmo que você virasse ás costas e fizesse tudo outra vez. Não sou Deus para fazer isso, mas você é importante o suficiente para eu te perdoar a qualquer custo. Se isso não é amor verdadeiro, me ensine a amar.
  Obrigada por ter me abraçado novamente mesmo que você abrace qualquer um dos seus amigos assim. Obrigada por me ajudar mesmo que você ajude qualquer pessoa que seja seu ‘’colega’’. Vi que não sou a mais importante, mas já sou feliz por pelo menos você estar ao meu lado. Já sou feliz o bastante para saber que posso contar com você a qualquer hora. Já sou feliz o bastante por ter conseguido tirar a maior parte dessa tristeza e saber que foi VOCÊ quem tirou-a carinhosamente com todo esse carinho que só você tem.
  Quero que saiba que não importa o que aconteceu no passado, não importa o que irá acontecer. O que importa agora é que esse amor que eu sinto por ti não mudou nada e não mudará. Eu sempre serei apaixonada por ti mesmo que você me maltrate milhões de vezes. Mesmo que você nunca mais olhe na minha cara e grite para Deus e o mundo que me odeia, eu sempre te amarei.
 Como eu disse e vou repetir: ...’’Se isso não é amor verdadeiro me ensine a amar’’...