Romance com a Morte


''Numa noite de lua cheia
Estava eu a passear por um lugar sombrio
Caminhava lentamente por um lugar vazio
Não tinha nenhuma alma sequer.
Eu caminhava olhando a lua
Ela não estava normal
Era vermelha, e no céu não habitava nenhuma sequer estrela
Estava estranho demais
Não era uma noite normal..
O vento estava forte demais
Não havia nenhuma rua com luz
Mas mesmo assim eu enxergava..
De repente o vento para
Mas o frio começa
Sinto alguém vindo em minha direção
E chega cada vez mais perto
É uma mulher
Ela está vestida de branco e tem os olhos fundos só que brilham
Brilham intensamente..
Eu me aproximei
Ela tinha o rosto pálido mas mesmo assim sorria
Olhou para mim e tocou meu rosto
Sua pele era fria
Mas me fazia sorrir
Ela me pegou pela mão e me levou..
Eu não tinha destino
Então ela fez o meu...
Me fez andar por quase toda a cidade
O nosso limite era o inferno
Ela sempre me olhava e sorria
Que sorriso lindo ela tinha...
Então, em um pequeno momento ela para
Se aproxima de mim
Uma de suas mãos nas costas
E a outra em meu coração
Ela fecha os olhos e se aproxima de meu rosto
Seus lábios se aproximam dos meus
Então, ela me dá um beijo..
Um beijo frio, mas que me deixa quente
D repente, sinto algo penetrar meu coração
Dói profundamente, mas me deixa intensamente feliz
Quando olho, há uma faca enfiada em meu peito
A dor é insuportável..
Olho então para a minha pessoa amada
Ela sorri para mim
Mas não me ajuda
Eu começo a vê-la de um jeito diferente
Seus olhos são fundos e negros
Sua roupa é escura
Seu rosto tem um olhar maligno
Anuncia obscuridade e muita maldade..
Quando caio no chão, ela vem lentamente em minha direção e tira a faca de meu peito
Mas sempre com um sorriso em seu rosto
Mas um sorriso maligno que faz qualquer um ter medo até da própria sombra.
A faca se transforma em uma foice
E na sua outra mão, percebo que ela tem um coração que ainda bate
Olha para  meu peito e só vejo um buraco
Um grande buraco negro e nada mais
Minha face cai totalmente..
Ela, a minha querida pessoa amada
Vem mais uma vez em minha direção
Chega até meu ouvido e diz:
-Obrigada por se apaixonar por mim, mortal!
Sua voz tinha um tom tão sarcástico e maligno
Percebo então que havia morrido
Mas também nada fazia mais sentido
A última pessoa que eu realmente amei
Levou meu coração consigo
Pois assim havia acabado de me matar...''

°°Obscuridade°°


''Em um pequeno momento a alegria habitava meu coração;
Meu corpo;
E minha alma..
Todos me rodeavam felizes e isso me deixava feliz.
Eu sorria;
Vivia;
Pulava;
Amava..
Aqueles ao meu lado eram a minha felicidade.
Hum..Que semana boa;
Feliz;
Animada..
Por que não voltas?
As pessoas me faziam sorrir;
Me faziam sentir importante;
Mostravam que me amavam..
O que aconteceu com tudo isso?
Um belo dia tudo escureceu.
A alegria não habitava mas meu coração nem nada em mim.
A tristeza apareceu.
A obscuridade e a maldade deram sinal de vida.
Tudo que era ruim atingiu meu corpo.
Antes..anjos de sorrisos lindos e brilhantes me rodeavam.
Agora, demônios estão a minha volta.
Sorriem para mim com um olhar malicioso.
O que querem de mim?
O que faço agora?
O que aconteceu para meus anjos desaparecerem?
Medo;
Maldade;
Fúria;
Obscuridade..
Tudo isso habita em minha alma..
Em minha vida, no momento.
Sabe, queria agora algo que me salvasse, ou alguém..
Que me tirasse dessa escuridão.
Susto!
De repente palavras saem da minha boca:
-Meu Lado Obscuro veio visitar o mundo um pouco. '-'
Que Tal?...
E uma legião de demônios se ajoelham em minha frente...............''

Lembrança...


''Ei, relaxa
Estarei contigo por toda a eternidade
Estarei nos seus sonhos e em sua mente
Me sentirás todas as noites ao teu lado

Lembrança..

Todos os momentos que passamos
Não sairão de meus pensamentos
Estarão sempre gravados na minha vida
E jamais esquecerei

Lembrança..

Minha alma que ao seu lado sempre estará
Minha vida que eu seu coração sempre vai estar
Nossos dias juntos sempre irei lembrar
Seu abraço em mim vai ficar

Lembrança..

Teu cheiro em mim ficou
Seu beijo ainda sinto a noite
Seu carinho em meus cachos..
Ah...nunca esquecerei

Lembrança..

Ei, nunca se esquece daquele dia
Aquele dia em que eu disse aquilo
Aquilo que me arrepiou e te fez feliz
Aquele dia em que eu disse que para sempre te amaria''

[Para você J.G.]

Me Abraça?


Que tal ficarmos juntos?
Preciso de você..
Você me abandonou num vazio 
Sozinha eu fiquei...
Por que fizestes isso?
Pensei que me amavas
Mentistes para me ver sorrir
Por pouco momento ao teu lado, só
O que queres?
Jogar?
Sim, se for para pelo menos estar ao teu lado..
Não, não posso, porque te amo de verdade.
Me diga, o que na verdade sentes por mim?
Não é amor, não é?
O que sou para você menino que me encanta?
Por favor, me diga a verdade...
Sabe o que eu quero?
Você..
Seu sorriso..
Seu abraço..
Seu carinho..
Seu amor..
Mas, está difícil agora..
Me dê só uma coisa?
Me abrace..
Por favor, me abrace..
E fique assim até a eternidade
Não saia de perto de mim
Me abrace intensamente
Loucamente..
Perdidamente..
Só isso que te peço agora..
Me Abraça?..............



Hibernação - Nana


Isso fica voltando para mim
Eu lembro esta dor
Se estende pelos meus olhos
Tudo está estúpido

Todos estão sorrindo, eles estão sorrindo
Isso me empurra para muito longe
Eu não posso entender
Tudo está triste

Você pode me ouvir aí?
Você me abraçará agora? Me abrace agora,
Meu coração congelado
Eu estou olhando distante
E eu sinto tudo passar por mim
Eu não posso estar sozinha agora
Você me abraçará agora? Me abrace agora,
Meu coração congelado
Eu estou perdida numa profunda hibernação
Eu não consigo achar a saída sozinha
Você pode me acordar?

Eu sei quando eu deixo entrar
Isso esconde o amor deste momento
Então eu guardo perto
Eu vejo o movimento que faz
Mas me alcance, me alcance
Eu queria entender
Como eu posso fazer desaparecer, fazer desaparecer

Alguém aí me ouve agora?

Você me abraçará agora? Me abrace agora,
Meu coração congelado
Beije meus lábios
E talvez você possa me levar ao seu mundo por enquanto
Eu não posso estar sozinha agora
Você me abraçará agora? Me abrace agora,
Meu coração congelado
Por favor, faça tudo ir embora
Será que algum dia eu me sentirei de novo?
Eu espero que sim

Você me abraçará agora? Me abrace agora,
Meu coração congelado
Eu estou olhando distante
E sinto tudo passar por mim
Eu não posso estar sozinha agora
Você me abraçará agora? Me abrace agora,
Meu coração congelado
Eu estou perdida numa profunda hibernação
Eu não consigo achar a saída sozinha
Você pode me acordar?...

Ali, na Estrada sem Chão...


"Caminhando lentamente
Por uma estrada sem chão
Ao longe encontro
Algo vindo em minha direção.

Continuo a caminhar
Mas um aperto no coração
Que arrepia meu corpo
Me fez parar.

O céu escurece
Começa a chover
Tudo para
E os pingos de chuva caem em mim como cristais.

Olho para a frente
Não há mais nada
Só resta ali
Eu, a chuva e a estrada sem chão.

As batidas do meu coração cessam
Minha visão já não é mas a mesma
Eu começo a andar
Um passo de cada vez.

Olho para frente
Alguém ou algo está vindo
Veste uma capa preta
E trás algo na mão.

Meu coração acelera
Meu corpo arrepia
Minhas mãos tremem
Paro de caminhar.

A pessoa se aproxima
E cada fez mais consigo enxergar quem seja
Traz em sua mão uma foice
E na outra um relógio.

Olho para o chão
E nada vejo
A estrada é a mesma
E os pingos de chuva não criam poças.

Quando volto a olhar para frente
Está lá cara-a-cara comigo
Algo tão inesperado
O que estaria fazendo ali?

Era pálido
Olhos fundos
Magro
E cabelos negros.

Sua foice brilhava
Seu relógio continha meu nome
Sua voz era maliciosa
E seus olhos suspiravam morte.

Perguntei o que ele queria
Disse ele que queria minha alma
Para que?
Para poder continuar a andar.

Olhei assustado
Não sabia o que fazer
Então olho para o céu
E fecho meus olhos.

Aos poucos sinto
Algo sair de meu corpo
Ao olhar para frente
Não enxergo nada mais, e caio.

Aquela pessoa que ali estava foi embora
E eu, ao abrir os olhos estava preso
Só via horas correrem ao meu redor
Nada mais ali Habitava.

De repente senti algo me levantar
Era um anjinho
Que ali passava
Naquela estrada sem chão.

Só meu corpo restou
Minhas lembranças permaneceram no ar
A Morte, minha vida levou
E minha alma com um menino ficou.''

Sol e Lua ³


''Ao acordar
Linda menina que o sol irradia
Levante-se daí
Que seu amado a espera

Ao se levantar
Ao olhar para trás
A linda menina vê..
Vê seu amado sentado..

Sentado perto de um chafariz..
Rosas brancas na mão..
Olhar triste
Mas esperançoso...

Caminhando lentamente
Ela chega por trás dele
Ao pé do ouvido...
Esperavas por ti..'

Ao olhar para atrás
Abraça-a forte
Beija-a loucamente
Ama-a eternamente...

Depois de tanto esperar
De tanto lamentar
De passar dias
E noites acordados

Lá estava ela
A linda menina
Finalmente feliz
Com o seu amado

Ei, amado
Onde andavas?
Esperava por ti
Não saí daqui desde muitos anos

Anos..
Que para mim foram tristes..
Solitários..
Vazios..

Onde estavas
Menina do meu coração?
Te esperavas durante anos
Deitada ali...

Naquele momento
Um eclipse acontece
Um beijo então aparece
Na sombra dos dois que se amavam em silêncio......''

Sol e Lua ²


''Lá estava ela de novo
As 2 horas da madrugada
Fazendo não se sabe o que
Talvez esperava ainda ele?
                 
Pobre menina
Deitou em uma mesa
Naquela praça escura
E chorou..

Algo se aproximou
Por que choras?
Choro porque ele não vem.
Porque ele não me ama.

Noite solitária
Lua que aí no céu habita
Acalante essa menina..
A ame por aquele que não vem.

Linda menina que aí choras
Linda menina que sofres
Pare de sofrer
Pare de esperar esse amor que não vem..

E deu 5 horas.
A menina acabou dormindo.
Dormiu naquela mesa
Mesa fria, da praça em frente ao colégio.

A lua então ficou ali
Cuidando da pobre menina
E a noite confortando ela
Até o Sol nascer...''

Sol e Lua...


''Num dia de sol
Lá estava ela
Andando pela calçada do colégio
Sozinha, esperando-o aparecer.

Ela ficou ali por horas
Não aguentando mais
Começou a chorar
Ela o queria.

Dia..
Que dia mais longo
Por que não acabas logo?
Já que ele não vem, quero ir embora.

Ai..ai..
Dia..
Acabe logo...
Só irei embora se ele vier.

Menina..menina..
Quem és que espera tanto?
Espero aquele que eu adoro ver sorrir.
Aquele que faz meu dia feliz.

Com uma rosa branca na mão..
Ela senta e começa a chorar..
Cai em prantos..
Estava cansada de esperar...

Ai..Tu que estavas comigo hoje, Sol
Vistes ele não?
E você Dia?
Não o sentiu?

Sol..
Já é tarde
Hora de Partires..A Lua já vem
E a noite também.. '-'

Acho que também irei
Mas, deixarei está rosa aqui, neste banco
Para ti Sol
Que passastes o Dia comigo''